Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso


Principal:


O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, para desenvolver as atribuições definidas nos artigos 18 e 19 do seu Regimento Interno, tem no quadro de Pessoal servidores que atuam na Área Judiciária e na Área Administrativa.


A Administração deste TRE, visando à atualização, ao aperfeiçoamento e ao desenvolvimento das habilidades como também à especialização continuada dos servidores da Área Judiciária, contratou, em 2007, a Universidade de Brasília-UnB para ministrar Curso de Pós-Graduação em Direito Constitucional Eleitoral no período 2007/2008, por ser uma instituição conceituada nota "A" em todas as avaliações realizadas pelo Ministério da Educação e Cultura no curso de graduação em Direito, considerado também o melhor curso de Direito do País pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, com notória especialização em Direito Constitucional.


Para dar continuidade ao processo de especialização dos servidores nas duas grandes áreas de abrangência deste Tribunal, neste ano, a Administração deste Regional pretende contratar a FGV para ministrar Curso de Pós-Graduação em Gestão Pública, em nível de Especialização lato sensu, por ser essa instituição de ensino um centro de excelência acadêmica, com intensa produção intelectual, prêmios, rankings e pesquisas realizadas por empresas independentes, jornais e revistas demonstrando o reconhecimento do seu papel no desenvolvimento do país.


A título de exemplo, destaca-se que, em 2008, a Fundação Getulio Vargas obteve a maior nota do ranking realizado pelo Ministério da Educação (MEC), que avaliou ao todo 1.144 faculdades e institutos brasileiros. Três escolas da FGV ficaram entre as quatro melhores instituições de ensino superior do país: a Escola Brasileira de Economia e Finanças (EBEF) tirou primeiro lugar, com 483 pontos; a Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas (EBAPE), que será responsável pelo nosso Curso, ficou em terceiro, com 467; e a Escola de Administração de Empresas de São Paulo (EAESP), em quarto, com 458 pontos.



Cumpre salientar que a Fundação Getulio Vargas surgiu em 20 de dezembro de 1944. Seu objetivo inicial era preparar pessoal qualificado para a administração pública e privada do País. Na época, o Brasil já começava a lançar as bases para o crescimento que se confirmaria nas décadas seguintes. Antevendo a chegada de um novo tempo, a FGV decidiu expandir seu foco de atuação e, do campo restrito da administração, passou ao mais amplo das ciências sociais. A instituição extrapolou as fronteiras do ensino e avançou pelas áreas da pesquisa e da informação, até converter-se em sinônimo de centro de qualidade e de excelência.

O curso de Especialização em Gestão Pública tem  o objetivo de especializar Servidores da Justiça Eleitoral do Estado de Mato Grosso, com a finalidade de  proporcionar uma visão estratégica da gestão pública, estimulando o desenvolvimento da capacidade de reflexão e crítica, elevar a competência pessoal dos participantes tanto no aspecto técnico- profissional quanto no ético- comportamental, como também capacitar os participantes a coordenar ações gerenciais, de modo empreendedor e participativo, visando à melhoria da efetividade das ações do Judiciário Eleitoral.